Centelha

I´m Green™ – o plástico verde da Braskem

Inserida no segmento petroquímico e químico, a Braskem, empresa formada em 2002 pela integração de seis empresas da Organização Odebrecht e do Grupo Mariani, é hoje a maior produtora de resinas termoplásticas nas Américas e a maior produtora de polipropileno nos Estados Unidos. Focada nas resinas polietileno (PE), polipropileno (PP) e policloreto de vinila (PVC), além de insumos químicos básicos como eteno, propeno, butadieno, benzeno, tolueno, cloro, soda e solventes, entre outros. A Braskem é a única petroquímica integrada de primeria e segunda geração de resinas termoplásticas no Brasil. A primeira geração produz os petroquímicos básicos como eteno e propeno a partir da nafta, do gás natural e do etano. Compostos fundamentais para a segunda geração, que envolve a fabricação de resinas termoplásticas (PE, PP e PVC), utilizadas posteriormente pela terceira geração, as empresas de transformação. Possui um amplo portfólio que ainda inclui o plástico verde produzido a partir da cana-de-açúcar, de origem 100% renovável. E foi o desenvolvimento do plástico verde que rendeu à Braskem o título de uma das 50 empresas mais inovadoras do mundo em 2014, pesquisa da revista Fast Company (revista americana que aborda temas relacionados com tecnologia, negócios e design).

FA1_Catalogo PE VERDE – PORT_04.2019_235.pdf – © BRASKEM

Traçando uma linha do tempo resumida da trajetória do plástico verde da Braskem, temos o seguinte:

2007 – Produz as primeiras amostras de eteno verde a partir de etanol de cana-de-açúcar, monômero utilizado para a produção do polietileno verde I’m green™; lançamento do primeiro polietileno verde de fonte 100% renovável do mundo (verificado pelo laboratório Beta Analytic dos EUA, conforme ASTM D6866).

2008 – Braskem desenvolve o polietileno de baixa densidade linear de fonte renovável (PEBDL Verde); anuncia a produção do polipropileno verde (PP Verde) em escala laboratorial.

2009 – Lança a pedra fundamental da planta (fábrica) de eteno verde; anuncia parceria com a Novozymes, líder mundial na produção de enzimas industriais, para o desenvolvimento de uma nova rota produtiva de polipropileno verde (PP Verde) da cana-de-açúcar para escala industrial.

2010 – Lançamento da marca I´m green™ que passa a identificar os produtos Braskem produzidos a partir de fonte renovável; inauguração da fábrica de eteno verde em Triunfo (RS), assumindo a liderança global de biopolímeros; divulga o projeto de construção de uma planta de propeno verde para a produção de polipropileno de origem renovável.

2011 – O polietileno verde I’m green™ da Braskem recebe a certificação de produto de conteúdo comprovadamente renovável da empresa belga Vinçotte; prêmio Top Etanol – Braskem vence o 2º Prêmio Top Etanol, na categoria Inovação Tecnológica/Bioplásticos, com o projeto polietileno verde I’m green™; certificados ISCC e Bonsucro – as plantas e o processo de produção de eteno e polietileno verde são certificados com o selo da ISCC – Internacional Sustainability and Carbon Certification; recebe o Prêmio ECO, concedido pela Câmara Americana de Comércio (Amcham Brasil), por ser considerado um dos melhores projetos, entre empresas de grande porte, na modalidade “Práticas de Sustentabilidade”.

2012 – Recebe o Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo, categoria Empreendedorismo Ambiental – Empresas, com o projeto plástico verde; Prêmio Chico Mendes – Pelo desenvolvimento do polietileno verde I’m green™ (Prêmio Socioambiental Chico Mendes – categoria produto); o case do produto é aprovado com méritos pelo Inpra – Instituto de Pesquisa e Responsabilidade Socioambiental Chico Mendes.

2013 – Anuncia a expansão de seu portfólio de produtos renováveis com o lançamento da nova linha de polietileno verde de baixa densidade (PEBD), uma família adicional para o já conhecido plástico verde; o polietileno verde foi o primeiro colocado da Categoria Produtos do Prêmio Sustentar 2013 (promovido pelo Instituto Sustentar em parceria com o Instituto Orior); eleita a empresa mais sustentável do setor químico de 2013 pela Revista Exame em parceria com o Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces), o destaque da Braskem foi o desenvolvimento do polietileno verde, proveniente de fonte renovável.

2014 – Selecionada pela Revista Fast Company para compor a lista das 50 empresas mais inovadoras de 2014, única brasileira a entrar no ranking e ganhou destaque pelo trabalho de pesquisa em produtos de origem renovável como o plástico verde.

2015 – Eleita a quarta empresa mais inovadora do país segundo o Anuário Inovação Brasil, ranking elaborado pelo jornal Valor Econômico e pela consultoria Strategy. I’m green™ completa 5 anos de mercado; mais de 80 marcas (de embalagens de alimentos a produtos de higiene pessoal, ferramentas de jardinagem e até de componentes de carros) utilizam a resina.

2018 – Lança o EVA Verde (nova resina produzida a partir da cana-de-açúcar), destinada a aplicações em setores como calçadista, automotivo, transporte, entre outros.

Selo assinatura completa – © BRASKEM

Selo I’m green™

Através do selo, o consumidor consegue reconhecer os produtos feitos com resina renovável. Para conquistar este diferencial (a utilização do selo), as peças precisam passar por um teste de datação do carbono 14, feito para saber a idade de materiais fósseis encontrados pelo mundo. Para o uso do selo, a peça precisa conter ao menos 51% de material renovável.

Ciclo de vida (ACV)

O ciclo de vida do PE verde I’m green™ começa com a plantação, o cultivo e a colheita de cana-de-açúcar. Depois, a cana-de-açúcar é transportada por caminhões para as usinas, onde ela é moída para a produção tanto de açúcar quanto de etanol. O bagaço que sobra da moagem da cana-de-açúcar é utilizado para produzir vapor que fornece o calor e a eletricidade que a usina precisa para suas operações. O excedente de eletricidade é vendido para o sistema elétrico integrado brasileiro para suprir sua margem operacional.

O etanol é então transportado por trens (quantidades pequenas podem também ser entregues por caminhões) para as instalações localizadas na cidade de Triunfo, Brasil, onde ele será desidratado para a produção de eteno. Esse eteno é polimerizado para a produção de PE verde I’m green™.

O ciclo de vida do PE fóssil começa com a extração e refinação do óleo. A nafta, um dos derivados produzidos nas refinarias, é transportado por dutos para os polos petroquímicos, onde será “craqueada” (fracionada) para a produção de eteno e muitos outros coprodutos. O eteno é então polimerizado para a produção de PE. Já que não há eletricidade excedente gerado nesse sistema, assume-se que o restante necessário será fornecido por uma usina termelétrica, tornando os dois sistemas comparáveis.

FA1_Catalogo PE VERDE – PORT_04.2019_235.pdf – © BRASKEM

Polietileno e EVA I’m green™

Tanto o polietileno (PE) e o copolímero etileno acetato de vinila (EVA) bio-based podem ser utilizados em maquinários de transformação plástica convencionais (utilizados com plásticos de origem fóssil) sem a necessidade de novos investimentos (chamados de drop-in). O polietileno (PEAD – polietileno de alta densidade, PEBDL – polietileno de baixa densidade linear e o PEBD – polietileno de baixa densidade) são muito utilizados amplamente em embalagens dos setores de consumo como alimentos, bebidas, produtos de higiene e limpeza, além de brinquedos, lixeiras e sacolas plásticas. Ao final da sua vida, podem ser reciclados através das mesmas cadeias já desenvolvidas para o polietileno convencional. Os copolímeros de etileno e acetato de vinila (EVA) são termoplásticos produzidos por meio da copolimerização do monômero de acetato de vinila e etileno, utilizado no segmento de calçados em compostos expansíveis e reticulados transformados por injeção e pressão. Tipos especiais de EVA são usados na formulação de adesivos Hot Melt, apresentando flexibilidade e aderência mesmo em baixas temperaturas. Além disso, a Braskem oferece ao mercado EVAs especiais para a produção de filmes para embalagens monocamadas e multicamadas para alimentos, filmes flexíveis para a agricultura e embalagens industriais.

Catalogo-EVA-Verde_port.pdf – © BRASKEM

FONTE(S):

Avaliacao-do-Ciclo-de-Vida-v02.pdf; Catalogo-EVA-Verde_port.pdf; FA1_Catalogo PE VERDE – PORT_04.2019_235.pdf

Premium WordPress Themes Download
Download WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
Download Nulled WordPress Themes
free download udemy course
download lenevo firmware
Download WordPress Themes
udemy free download