Centelha

Sunew – painéis solares flexíveis

Fundada em 2015, a Sunew surgiu a partir da convergência de esforços do CSEM Brasil, FIR Capital e BNDES para conceber a maior infraestrutura do mundo para a produção de filmes fotovoltaicos.

A fábrica, situada em Belo Horizonte, foi inaugurada em 2015, o empreendimento custou cerca de R$ 100 milhões e foi instalado no campus CETEC do Centro de Inovação e Tecnologia Senai/Fiemg (Federação das Indústrias de Minas Gerais). A instalação tem capacidade para produzir mais de 300 mil m2 anuais de filmes OPV (veja mais abaixo o que é OPV).

Painel Solar Orgânico – © SUNEW

2005 – Executivos da FIR Capital e da CSEM (Centro Suíço de Eletrônica e Microtecnologia) decidem trazer o conceito desse centro de pesquisa aplicada para o Brasil.

2006 – Nasce o CSEM Brasil, uma joint venture entre FIR Capital e CSEM Suíça (Centre Suisse d’Électronique et de Microtechnique), com foco na criação de novos produtos e desenvolvimento de pesquisas para soluções inovadoras.

2008 – Começa a operar a CSEM Brasil.

CSEM Brasil – © SUNEW

2010 – Inicia-se a pesquisa e desenvolvimento da tecnologia dos Filmes Fotovoltaicos Orgânicos (OPV), contando com cientistas especialistas na área de 18 nacionalidades.

2014 – O equipamento de impressão rolo-a-rolo desenvolvido pela equipe do CSEM Brasil, fabricado na Alemanha, é trazido para Belo Horizonte para instalação e primeiros testes.

2015 – Nasce a Sunew, spin-off responsável pela fabricação e comercialização em larga escala dos Filmes Fotovoltaicos Orgânicos (OPV), com moderna estrutura de produção do mundo.

© SUNEW

2016 – SUNEW produz e entrega a maior instalação de OPV do mundo na sede da TOTVS na cidade de São Paulo. Alguns números do empreendimento da TOTVS: 200 m² de vidros laminados com OPV, mais de 65 posições de trabalho neutras em carbono, 578 toneladas CO2 evitados por ano, cerca de 75% de carga térmica evitada, aproximadamente 95% de radiação UV retida.

Sede da TOTVS em São Paulo – © SUNEW

Energia solar

É a energia proveniente da luz e do calor emitidos pelo Sol. Essa fonte de energia pode ser aproveitada de forma fotovoltaica ou térmica, gerando respectivamente, energia elétrica e térmica. Por ser considerada uma fonte de energia limpa, a energia solar é uma das fontes alternativas mais promissoras para obtenção energética.

Energia solar fotovoltaica

É a conversão direta da radiação solar em energia elétrica, realizada pelas chamadas células fotovoltaicas, compostas por material semicondutor (ex.: silício). Com a incidência da luz solar sobre as células, os elétrons do material condutor se movimentam, transportando-os pelo material até serem captados por um campo elétrico (formado pela diferença de potencial existente entre os semicondutores) gerando assim, eletricidade. A forma mais comum das células são os painéis rígidos, o que, limita a sua aplicação em determinadas situações. A fabricação dos painéis solares ainda não é muito amigável já que envolve muitos processos e, alguns deles, poluidores.

Imagem de PublicDomainPictures por Pixabay – © PIXABAY

OPV

Uma opção que vem se desenvolvendo rapidamente é o OPV (Organic Photovoltaics ou OSC – Organic Solar Cells), em português, Fotovoltaicos Orgânicos, são a terceira geração de tecnologia fotovoltaica. São constituídos por filmes finos de materiais semicondutores orgânicos com largura inferior a 100 nm (nm – nanômetro, vale 1,0 × 10−9 metros – ou um milionésimo de milímetro). Essas fontes fotovoltaicas também são feitas de compostos que podem ser dissolvidos em tinta para que possam ser impressos em finos rolos de plástico. Além disso, esses materiais podem ser curvados e dobrados, podem assim, ser incorporados às roupas.

Os Filmes Fotovoltaicos Orgânicos da Sunew são impressos rolo a rolo. De acordo com a Sunew, o processo de produção por impressão tem baixa demanda energética (apenas 1.4 MJ/ Wp contra 24.9 MJ/ Wp para painéis de silício) e a mais baixa pegada de carbono, emite de 10 a 20 vezes menos carbono que as tecnologias tradicionais. Além de orgânico, leve (300 g/m²), flexível, reciclável, semitransparente (até 30%), o OPV traz diversos benefícios como:

  • a geração de energia limpa,
  • a redução da carga térmica no ambiente,
  • a redução da pegada de carbono,
  • customizável em tamanho, forma e cor,
  • de transporte fácil e instalação simples,
  • aumento da performance com o aumento da temperatura externa,
  • melhor performance em baixa luminosidade,
  • ideal para instalações verticais e/ou curvas.

Ainda segundo a Sunew, cada metro quadrado do OPV evita a emissão de 120 Kg de CO2 por ano. Além do projeto para a TOTVS, A Sunew também forneceu os seus filmes OPV para a DOW, Natura, Iveco, Petrobras, Shopping da Bahia, Energisa, Itaú e Votorantim.

Foram instalados 1.800 m² de filmes fotovoltaicos orgânicos, SUNEW LIGHT™ no Núcleo de Aprendizagem Natura, localizado na sede da empresa, em Cajamar (SP) – © SUNEW

© SUNEW

Foram instalados 1.800 m² de filmes fotovoltaicos orgânicos, SUNEW LIGHT™ no Núcleo de Aprendizagem Natura, localizado na sede da empresa, em Cajamar (SP).

OPTree

Também oferecem a OPTree™, um mobiliário urbano que, utilizando os filmes OPV gera energia elétrica para carregamento de smartphones por meio de portas USB presentes na base da “árvore”. As “folhas” são painéis fotovoltaicos que captam a energia do sol para que ela possa ser utilizada a qualquer momento. Possui seis entradas USB, lâmpadas LED e um banco feito com madeira certificada. Ao adquirir uma OPTree™, a empresa ou pessoa passa a fazer parte da Sunew Green Community, uma comunidade que harmoniza sustentabilidade, design e energia limpa.  Empresas que fazem parte desta comunidade: Natura, TOTVS, Globo, Enel, MRV, FIR Capital, Museu do Amanhã, Merck, Casa Farm entre outras.

OPTree na Casa Farm – © DALCACIO REIS

A Sunew é uma empresa B certificada e, recentemente, receberam menção honrosa na premiação World Changing Ideas 2020 – Latin America, promovida pela revista norte-americana Fast Company. Também em 2020 ficaram entre as TOP 100 do prêmio Start Up Energy Transition Award, uma competição internacional para empresas iniciantes e jovens do mundo todo que estão trabalhando em ideias que afetam a transição energética global e as mudanças climáticas. Em apenas três anos, o prêmio recebeu cerca de 1300 inscrições de 88 países. Para 2020, superamos todas as metas e recebemos 570 inscrições de 90 países.

A empresa também tem uma parceria com o SOS Mata Atlântica onde contribuem para o plantio de árvores em áreas de reflorestamento doando uma muda a cada m² de OPV comercializado.

Detalhe da “folha” com o OPV – © DALCACIO REIS

 

FONTE(S):

Sunew

Free Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes
udemy course download free
download lava firmware
Download Nulled WordPress Themes
free download udemy paid course