Centelha

Sydney – com energia 100% renovável

Desde 01 de julho de 2020 a cidade de Sydney (na Austrália) abastecerá todas as suas operações com 100% de energia renovável. Essas operações incluem, aproximadamente, 115 edifícios – incluindo bibliotecas, salas comunitárias e edifícios de escritórios, 75 parques, 5 piscinas e 23.000 pontos de iluminação pública. Este é o maior acordo de energia verde da história da Austrália, com um valor superior a A$ 60 milhões (€ 37 milhões) no total.

Imagem de Simon Steinberger por Pixabay – © PIXABAY

A notícia foi dada pela prefeita (Lord Mayor), Clover Moore, em um comunicado à imprensa: “Estamos no meio de uma emergência climática. Se quisermos reduzir as emissões e aumentar o setor de energia verde, todos os níveis do governo devem passar urgentemente para a energia renovável. As cidades são responsáveis por 70% das emissões de gases do efeito estufa em todo o mundo, por isso é fundamental que tomemos ações climáticas eficazes e baseadas em evidências”.

A prefeita Clover Moore – © CLOVER MOORE- TWITTER

Essa transição para energia limpa, foi possível através de um contrato de compra de energia (PPA – Power Purchase Agreement) firmado com a Flow Power no valor US$ 60 milhões. A projeção é de uma economia para a cidade da ordem de mais de meio milhão de dólares em suas contas de energia elétrica todos os anos nos próximos 10 anos. O acordo funciona assim, a Flow Power compra uma quantidade de eletricidade (de fontes renováveis) equivalente a 100% do uso da cidade e adiciona à rede elétrica nacional. A energia vem de dois parques solares (Bomen Solar Farm e Repower Shoalhaven) e um eólico (Sapphire Wind Farm), este último responde por cerca de três quartos da energia, localizados na Nova Gales do Sul (cada “fazenda” está em um estágio diferente de desenvolvimento).

Fazenda solar de Bomen – © BOMEN SOLAR FARM

Fazenda eólica Sapphire – © SAPPHIRE WIND FARM

A fazenda solar de Shoalhaven também será usada para abastecer casas na região, ajudando a diminuir as contas de energia para a população local. Uma vez concluído, Shoalhaven irá gerar energia suficiente para abastecer 1.500 residências.

Essa trajetória para a redução da pegada de carbono teve início em 2016 com a adoção de um plano para reduzir suas emissões em 70% até 2030. Com esse último acordo de fornecimento de energia renovável, a cidade espera atingir a sua meta seis anos antes do planejado. A projeção é de uma redução nas emissões de CO2 em cerca de 20.000 toneladas a cada ano, representará uma economia de cerca de A$ 500.000 (€ 308.000) por ano na próxima década.

Fazenda solar Shoalhaven – © REPOWER SHOALHAVEN

Ainda em Sydney, contribuindo para essa transição energética, vários prédios municipais já receberam painéis solares e até meados de 2021, mais 7.800 painéis serão instalados, além disso, na iluminação pública, 6.000 lâmpadas já foram convertidas para LED com planejamento para trocarem outras 12 mil em breve.

 

POST(S) RELACIONADO(S):

Heliogen – a 1.000°C 

Sunew – painéis solares flexíveis 

Eco Wave Power – energia das ondas

FONTE(S):

City of Sydney

Download WordPress Themes
Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
Download Premium WordPress Themes Free
lynda course free download
download xiomi firmware
Download Premium WordPress Themes Free
udemy course download free